Transporte

Munique, uma cidade Bike Friendly

Ser uma Cidade “Bike Friendly” (amiga da bicicleta) não é fácil.
No mínimo, é preciso todo um investimento governamental (infraestrutura, leis de transito, controle destas leis), o apoio da população para que não seja um investimento em vão e, principalmente, necessita da educação dos motoristas, ciclistas e pedestres, que no final é o que garante a segurança de todos.
Se um destes fatores básicos falhar, pode dar adeus a sua pedalada tranquila (São Paulo que o diga…)

Mas Munique tem tudo isso e ainda não está prosa! 
Figurando em 15˚ lugar na Lista de Melhores Cidades para se Pedalar no Mundo, Munique está em constante adaptação e não mostra menores sinais de recuo. Com aproximadamente 1400km de ciclovias, pedalar por aqui é mais que uma boa idéia, é simplesmente a melhor opção de deslocamento pela cidade.

Não é a toa que Munique é considerada a Capital da Bicicleta na Alemanha.

A Cultura do Ciclismo nos Muniqueiros…

Em 1986 foi criado o Stadtverwaltung Verkehrsentwicklungspläne – Radverkehr (plano de desencolvimento de transporte do governo municipal – ciclismo), uma forma especial de tratar o plano mestre de transportes, focado nas necessidade do ciclista e da melhoria da cultura do ciclismo em Munique.

Inicialmente houve a criação das ciclovias, que foram largamente alteradas e aumentadas em 2002. O objetivo desta alteração era promover soluções integradas para que o roteamento de tráfico (principalmente em pontos particularmente críticos), bem como criar espaços de estacionamento especiais para bicicletas e implantar pontos de transferência para transportes públicos, especialmente o metrô.

Logo da Radlhauptstadt München.

Desde 2009, a cidade de Munique, sob o slogan Radlhauptstadt, reivindica ser a capital do ciclismo e fornece suas campanhas públicas sob essa marca.

Qualidade das Ciclovias…

A qualidade das ciclovias varia bastante, mas na maioria dos casos é bem boa!
É possível encontrar verdadeiras avenidas e ao mesmo tempo vias com alguns buracos ou desnível central. Mas é importante dizer que em dois anos de Munique nunca tive que sair de uma ciclovia por motivo de falta de manutenção.

Muitas das vezes a ciclovia é compartilhada com os pedestres, mas a maioria delas são bem sinalizadas e correm na lateral externa das calçadas (porção mais próxima da rua).

Placa mostrando a via compartilhada entre a bike e o pedestre.

As vias dentro dos parques podem não ser pavimentadas, mas são bacanas, com aquelas pedrinhas bem pequeninas ou com terra batida. Quando chove, elas fazem um pouquinho de poça d’água, mas nada que atrapalhe muito.

Ciclovia compartilhada no Englischer Garten. Esta estilo avenida. Tem mais fininhas e só pra Bike.

Ruas onde a bicicleta é prioridade…

Por aqui é bem comum você encontrar ruas onde a prioridade é da bicicleta, você reconhece pela placa que está abaixo, a Fahrradstraße. Nestas ruas os carros são permitidos mas são considerados usuários secundários. Estas abordagem é “nova” e foi bem sucedida, só pra vocês terem uma idéia, o uso da bicicleta aumentou em 70% nos últimos nove anos.

Ruas onde a bicicleta é prioridade.

Onde parar sua Bike…

Esta duvida eu tenho ao inverso, que seria: onde não parar sua bike? Porque aqui tem bicicleta parada em todo lugar! rsrsrs

Estacionamentos de bicicleta.

Mas fique atento que bike parada em placas de transito, em paredes com proibição de estacionamento, entradas e saídas de carros, no meio da rua… podem ser recolhidas.

 

De resto, aproveite a cidade e ande MUITO de bike!

Deixe aqui seu comentário